02/02/2018

AGMP integra ato público em Brasília contra reforma da Previdência e pela valorização do MP

A Associação Goiana do Ministério Público (AGMP) marcou presença ontem (1º) no ato público em Brasília contra a reforma da Previdência e pela valorização do Ministério Público e da Magistratura. Cerca de 50 promotores de Justiça de Goiás compuseram a comitiva da AGMP, a maior de todos os estados.

De acordo com a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (CONAMP), mais de 800 membros do Ministério Público e da Magistratura participaram da manifestação, organizada pela Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público (Frentas). A mobilização teve início na porta do Supremo Tribunal de Justiça, onde os participantes entregaram uma carta com cerca de 18 mil assinaturas à presidente STF, ministra Cármen Lucia, e à Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge. 

No documento, o MP e o Judiciário debateram pontos que ameaçam a independência das categorias, como a defasagem remuneratória, e ameaças contra as garantias constitucionais, como a atual proposta da reforma da Previdência (PEC 287/16); mudança da lei de Abuso de Autoridade, e o projeto de lei que criminalizará a violação das prerrogativas de advogados.

Em seguida, os membros do MP e da Magistratura se reuniram no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, onde deram continuidade ao debate. 

Leia aqui  a carta. 

Voltar